A Atriz e o Medo

A propósito da distinção de Lisboa enquanto Capital Ibero-Americana da Cultura em 2017, regressamos à escrita da dramaturga argentina Griselda Gambaro, com as peças A Atriz e O Medo. Através da encenação de São José Lapa, visitamos o universo de realismo fantástico de Gambaro, onde a emoção do corpo e o sentimento da mente e do medo coexistem através do humor.
A Atriz é uma peça curta. Um monólogo que não o é, ação que dialoga com o vídeo. Um exercício de atriz expõe-nos àquilo por que tantos cidadãos no Portugal de hoje passaram. Uma dívida ao banco, um prazo ultrapassado, onde a emoção primária do medo implode.
Em O Medo três homens esperam ansiosamente ser chamados por alguém, algures nos anos 1970. O humor corrosivo de Griselda Gambaro, cruel e violento, por vezes obriga-nos a enfrentar a memória da mais sangrenta ditadura da história da Argentina e da América do Sul.

Encenação São José Lapa
Cenografia e vídeo Inês Lapa Lopes

São José Lapa Encenação / Inês Lapa Lopes Cenografia e vídeo / Interpretação: Filipe Duarte, João Cabral e David Almeida O Medo; Inês Lapa Lopes A Atriz; Alberto Lopes, Avelino Bento, Carlos Fragateiro, João Paiva, Jorge Fraga, Juan Goldin Pagés, Luis Lucas, Paulo Lázaro, Manuel Romano, Rui Pedro Cardoso Atores do vídeo A Atriz

Coprodução | Centro Cultural de Belém | Capital Ibero-americana da Cultura

7, 8 e 9 junho 2017 | 21:00 (novas datas)

M/12
Enviar a um Amigo