Este evento já decorreu.

Festival Monteverdi

Vésperas de Nossa Senhora

Ludovice Ensemble

Ludovice Ensemble ©Tomás Monteiro

Em 2017 celebram-se os 450 anos do nascimento de uma das figuras mais importantes da História da Música: Claudio Monteverdi (1567-1643). Considerado como o pai da Ópera, o seu Orfeo, de 1607, foi a primeira obra a reunir os ingredientes básicos da ópera de forma consistente. Os primeiros dramas líricos de Monteverdi foram criados para a corte de Mântua, mas as suas obras-primas posteriores já se destinavam ao público de Veneza, onde fez cantar uma das maiores obras-primas de todos os tempos:
As Vésperas de Nossa Senhora. O CCB comemora este génio da história da música com um fim de semana de concertos.

As Vésperas de Nossa Senhora publicadas em 1610 por Monteverdi são não só a sua mais famosa e emblemática composição sacra como uma das obras mais paradigmáticas da música ocidental. Foram escritas num período de radical mudança na trajetória profissional do compositor, quando este assumiu o posto de Mestre de Capela da Basílica de S. Marcos, em Veneza. As Vésperas assumem-se como um dos grande monumentos da Contra-Reforma católica, e inauguram maravilhosamente o Barroco, com a substituição das práticas medievais e renascentistas (prima prattica) por uma forma radicalmente nova de conceber a música (seconda prattica). A inovação destas propostas sobressai ainda mais pelo contraste propositadamente estabelecido com as veneráveis técnicas herdadas do passado, que Monteverdi eleva a um novo apogeu. A coleção, verdadeiramente caleidoscópica nos contrastes dos afetos, efetivos vocais e instrumentais, técnicas de escrita e recursos expressivos, será sempre um marco inultrapassável na cultura europeia.

 

Claudio Monteverdi Vésperas de Nossa Senhora

Ludovice Ensemble
Fernando Miguel Jalôto órgão e direção musical

María Hinojosa Montenegro & Eduarda Melo sopranos
André Lacerda e Rui Aleixo altos
Fernando Guimarães, Jan Van Elsacker, João Rodrigues, Pedro Daniel Miguel tenores
Hugo Oliveira e Tiago Mota baixos

Josep Maria Martí Durán e Manuel Minguillón tiorbas
Rodrigo Calveyra, Tiago Simas Freire e Manuel Pascual cornetas
Keal Couper, Hélder Rodrigues e António Santos sacabuxas
Joana Amorim e Pedro Lopes e Castro flautas e pífaros
Lilia Slavny e Sara de Corso violinos
Miriam Macaia, Raquel Massadas e César Nogueira violas
Diana Vinagre violoncelo
Marta Vicente violone




Produção | CCB


Apoio

14 Setembro 2017 | 21:00

M/6
Enviar a um Amigo