Este evento já decorreu.

Fado e Flamenco

Identidade F, Fado e Flamenco

Há Fado no Cais

©Paulo Pardela

Partindo da premissa de que o encontro com o outro é a melhor forma de nos espelharmos e de nos (re)construirmos enquanto seres únicos, este espetáculo fala-nos de Amor. Num primeiro momento, de um amor vulnerável, carregado de expetativas e ilusões, que rapidamente dão lugar ao abandono, ao frio, ao amargo, à incompreensão, à solidão, à dor insuportável de quem tirou os pés do chão, do seu próprio chão, e depositou mais do que devia e podia nas mãos do outro. O ego obriga-nos a resistir, a lutar, a questionar, a negar a transformação, mas, em algum momento, no meio desse vazio, dá-se o verdadeiro encontro: o encontro consigo próprio. A partir daqui a perspetiva muda! O verbo predominante passa a ser aceitar, e as sensações passam a ser de liberdade, frescura, alegria e verdade.

Diana Vilarinho, Sérgio da Silva, Maura fadistas
Sandro Costa, Henrique Leitão guitarra portuguesa
Miguel Gonçalves viola de fado
Sofia Neide contrabaixo
Marta Chasqueira baile flamenco
Filipa Brazão, Cheila Silva corpo de baile
Anabela Gaspar luz

Coprodução | CCB | Egeac | Museu do Fado

Apoio

3 novembro 2017 | 21:00

M/6
Enviar a um Amigo