Este evento já decorreu.

Officium Ensemble

Portugal e Holanda no Tempo de Vieira: A Guerra Luso-Holandesa

Officium Ensemble

1595. Em plena Guerra dos Oitenta Anos, é dada ordem por Filipe II de Espanha para que se encerrem todos os portos portugueses aos navios holandeses. Sob a União Ibérica desde 1580, e ainda no auge do seu vasto império, Portugal vê-se arrastado para o primeiro conflito à escala mundial.
Os domínios portugueses tornam-se o principal alvo da ambição neerlandesa, como forma automática de subsistência e como meio de estabelecer um império ultramarino holandês.
«Exsurge, quare obdormis, Domine?» (Desperta, Senhor, porque dormes?) – é com o salmo 44 que abre o Padre António Vieira o seu Sermão pelo bom sucesso das armas de Portugal contra as de Holanda, pregado em 1640 na Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, na Bahia, prestes que estava a cair sob o jugo holandês. É com o motete homónimo de Lopes-Morago que se inicia o concerto, a partir do qual se desenrola todo o programa, numa sequência fascinante de obras de compositores portugueses e franco-flamengos, e textos extraídos dos mais relevantes sermões de Vieira que, mais do que contar uma história, percorrem a própria História através da música e da palavra.



Leitura de textos de Padre António Vieira, de vários sermões, com destaque para o Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal contra as de Holanda, por Luís Madureira.

Officium Ensemble
Luís Madureira recitante
Sérgio Silva órgão

Compositores
António Carreira
D. João IV
D. Pedro da Esperança
Duarte Lobo
Estêvão Lopes-Morago
Fernando de Almeida
Gaspar Fernandes
Giaches de Wert
Jan Pieterszoon Sweelinck
Manuel Cardoso
Manuel Rodrigues Coelho
Philippe Rogier



Pedro Teixeira direção

Produção | CCB


13 novembro 2016 | 18:00

M/6
70m
Enviar a um Amigo