Sete Lágrimas convida Cramol

O Natal pela Diáspora

Sete Lágrimas

Sete Lágrimas

Sete Lágrimas

Sete Lágrimas

Cramol

Profundamente dedicados aos diálogos da música antiga com a contemporaneidade bem como da música erudita com as tradições seculares, os Sete Lágrimas propõem para este concerto no CCB um programa em torno da diáspora portuguesa. Um concerto que assinala os 500 anos da partida de Fernão de Magalhães (1480-1521) para a primeira viagem de circum-navegação ao globo (1519-1522).

O grupo fundado por Filipe Faria e Sérgio Peixoto celebra este ano o seu 20.º aniversário. Este concerto conta ainda com a participação especial do coro Cramol, dirigido pelo maestro Eduardo Paes Mamede, numa dupla celebração, dado que este agrupamento celebra este ano o seu 40º aniversário.

Sete Lágrimas
Voz Filipe Faria, Sérgio Peixoto
Violino barroco Denys Stetsenko
Viola da gamba Sofia Diniz
Tiorba, alaúde, guitarra romântica e guitarra barroca  Tiago Matias
Percussão histórica  Rui Silva

Cramol
Maestro do coro  Eduardo Paes Mamede

Alice Teles / Antónia Bastos / Aurora Rica / Conceição Cabral / Conceição Lança / Cristina Carmo / Eugénia Miranda / Filipa Lopes / Graça Serrão / Helena Cunha / Inês Coutinho / Isabel Carmo / Julieta Santos / Lídia Fidalgo / Lucinda Caleira / Margarida Antunes / Margarida Veloso / Paula Simões / Pilar Barros / Teresa Rebelo / Zé Justino


Lyvro primeiro: Jornada da Europa
Tradicional (Portugal) Entrai, pastores, entrai
Tradicional (Portugal) Dorme, dorme meu menino
Tradicional (Espanha/Catalunha) El noi de la mare
Tradicional (Portugal) Nasceu, já nasceu

Lyvro dois: Jornada da América
Gaspar Fernandes (1570-1629) Xicochi conetzintle
Filipe da Madre de Deus (1626-?) Oiga el que ignora
Gaspar Fernandes Tururu farara con son

Lyvro três: Jornada da Oceania
Tradicional (Timor) Mai fali é

Lyvro quatro: Jornada da Ásia
Tradicional (Índia/Goa) O Divan de Mogará
Tradicional (Japão) Takeda no komoriuta

Lyvro cinco: Jornada de África
Tradicional (África do Sul/Moçambique) Yamukela, sobre arranjo do Padre Arnaldo Taveira Araújo
Vilancico negro (séc. XVII) Olá plimo Bacião
Tradicional (Congo) Salelaka mokonzi

Lyvro último: Jornada que não chegou...
Tradicional (Portugal) Senhora do Alívio
Vilancico anónimo (séc. XVI/XVII) No soy yo
Filipe Faria e Sérgio Peixoto El pesebre, sobre texto de Lope de Vega (1562-1635)

Tradicional (Portugal) O mais alto marinheiro




 
APOIO MEDIA


 
 
19 dezembro 2019 | 19:00
M/6
Enviar a um Amigo