Avançar para o conteúdo principal
A carregar Eventos
Privado: Espaço Fábrica das Artes
Duração aprox 45 min

Datas / horários

25, 26, 29, 30, 31 maio e 1, 2, 5, 6, 7 junho de 2023 (Escolas) 10:30

27 e 28 maio de 2023 11:30

Teatro

E se um dia os jardins fossem proibidos? E se fosse também proibido ter plantas em casa?

Esta peça fala-nos de uma cidade onde facilmente se encontrava um jardim para brincar, descansar e sonhar. Havia tempo para tudo: para trabalhar, conviver, passear ou, simplesmente, parar.

Um dia os jardins foram substituídos por prédios, estradas e centros comerciais, uma vez que é nesses sítios que se fazem coisas úteis para a economia (dizem que é uma coisa que serve para termos uma vida melhor). E com tantas coisas úteis para fazer, parece que o tempo já não chega para nada.

Mas esta também é a história de como alguém pode escolher parar e olhar, parar e sentir. Alguém que sabe que brincar num jardim, conversar com uma pessoa amiga, ler um livro à sombra de uma árvore e contemplar o pôr-do-sol fazem parte da lista das coisas mais úteis que existem: aquelas que não enchem os bolsos de dinheiro, mas que enchem a vida de cor e sentido.

-


A Fundação CCB reserva-se o direito de recolher imagens e registos de sons para divulgação e proteção de memória da sua atividade artística.
Caso precise de alguma explicação adicional, poderá entrar em contacto connosco através de ccb@ccb.pt.


 

Idades

Maiores de 3 anos

Ficha Técnica

Direção, adaptação e coreografia Inês Tarouca

Interpretação Inês Tarouca, Diogo Tomaz

Música Manuel Ruas Moreira, João Ruas Camacho

Voz Inês Silva

Vídeo João Ruas Camacho

Desenho de luz Rui Seabra

Cenografia Luís Santos

Assistência à cenografia Elsa Matos

Design gráfico Hugo Vissenjou

Fotografia Cláudia Lourenço

Produção Diogo Tomaz, Inês Tarouca

 

Apoios Garantir Cultura, Vogal

Fotografia © Cláudia Lourenço

O ciclo Música – Cinema – Ação! explora os universos das curtas-metragens dos primórdios do cinema e da animação e as suas dimensões narrativas, sonoro-musicais e técnicas, através do trabalho do músico-compositor Filipe Raposo e do realizador Bruno Caetano, a partir de três eixos:

  • O filme O Peculiar Crime do Estranho Sr. Jacinto é o núcleo deste ciclo.
  • O projeto Novos Criadores das Infâncias, na sua 5.ª edição
  • A esta equipa junta-se Dora Batalim, especialista em livros infantis e ilustração.

Preços e Descontos

Nota: S/ lugares marcados

Sugerimos-lhe também

Definições de Cookies

O CCB pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.
Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.