Ópera e Oratória

A Paixão Romeo Castellucci

Orquestra e Coro Gulbenkian

©Guido Mencari

©Guido Mencari

Ao encenar A Paixão segundo S. Mateus, de Bach, Romeu Castellucci recusa qualquer tentativa de ilustrar, procurando antes um novo sentido para a revelação. Um certo número de situações permite, em última instância, encontrar uma opção quando confrontado com as palavras da Bíblia e da essência profunda da composição de Bach. Uma série de elementos surgem, um após outro, como puros objetos de contemplação, sem qualquer expediente técnico. São-nos apresentados como «pedras», capazes de condensar uma atitude de escuta profunda. Cada um pode decidir entregar-se à escuta, não olhar diretamente, deixar-se perder ou, talvez ainda, predispor-se a sentir o sofrimento humano.

Romeo Castellucci conceção, cenografia, figurinos
Silvia Costa colaboração artística
Piersandra di Matteo dramaturgia
Maroussia Vaes colaboração cenográfica
Maxi Menja Lehmann pesquisa e adereços
Plastikart Studio (Istvan Zimmermann e Giovanna Amoroso) execução de adereços

Coro Gulbenkian
Orquestra Gulbenkian
Michel Corboz maestro
Ana Quintans soprano
Marianne Beate Kielland meio-soprano
Marco Alves dos Santos tenor Árias
Benedikt Kristjánsson tenor Evangelista
André Baleiro baixo Cristo
Edwin Crossley-Mercer baixo-barítono Pilatos

Matthias Spaeter alaúde
Marcelo Giannini órgão

Apoio ao guarda-roupa CNB

Programa
J. S. Bach
Paixão segundo São Mateus, BWV 244



Coprodução | CCB | Fundação Calouste Gulbenkian

 

 


 

16 e 17 abril 2019 | 20:00

M/12
Enviar a um Amigo