Este evento já decorreu.

Orquestra Sinfónica Portuguesa

Braga Santos Bruckner

CCB

Pedro Neves

Joly Braga Santos (1924-1988), a par do seu mestre Luís de Freitas Branco, foi o grande sinfonista português. A obra do compositor resume-se a dois períodos essenciais: o primeiro, até 1951, denota a forte influência do seu mestre, e o segundo, inscreve-se já nas correntes modernistas pós-Segunda Guerra Mundial. A 6.ª Sinfonia  – a sua última –, para soprano e coro e orquestra, foi composta em 1972, e é dedicada a Maria da Piedade, sua filha, e é agora interpretada pela Orquestra Sinfónica Portuguesa (OSP).
O concerto da OSP integra ainda a 6.ª Sinfonia em Lá maior de Anton Bruckner (1824-1896), compositor das mais imponentes e ambiciosas sinfonias do séc. XIX, tendo esta sido estreada em 1899, dirigida por Gustav Mahler. Revelando muitas das características das suas sinfonias anteriores, a 6.ª Sinfonia diferencia-se, todavia, por uma instrumentação mais rica e imaginativa.


Eduarda Melo soprano
Orquestra Sinfónica Portuguesa
Coro do Teatro Nacional de São Carlos
Pedro Neves direção musical

Programa
Joly Braga Santos Sinfonia n.º 6
Anton Bruckner Sinfonia n.º 6

Coprodução | CCB | OSP

PATROCINADOR PRINCIPAL

10 janeiro 2016 | 17:00

M/6
Enviar a um Amigo