Avançar para o conteúdo principal

O que procura?

Aceda ao myCCB

Esqueceu a sua password?

Clique Aqui

Introdução
A informação e comunicação dos projetos cofinanciados pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI) no período de programação 2014-2020, designado de Portugal 2020, visa informar os cidadãos sobre o papel da União Europeia (UE) no desenvolvimento económico e social e na redução das assimetrias regionais no nosso país, assegurando a divulgação dos projetos e dos seus resultados, bem como a transparência nos apoios concedidos.

RESUMO PDF

Enquadramento das necessidades

As funções que irão ser objeto de intervenção no âmbito desta operação estão associadas ao conhecimento dos diversos públicos e dos respetivos hábitos de consumo e a melhoria contínua do serviço público no País, à gestão eficiente da atividade da FCCB que apresenta a necessidade de otimização e implementação de novos instrumentos de gestão tendo em vista a racionalização de custos e processos e à diversificação do modelo de oferta de atividades e serviços, medindo e avaliando as respetivas estratégias.

Em 2019, no âmbito na sua missão e atribuições em matéria de serviço público, um projeto de transformação digital que pretende consolidar a sua estratégia e prioridades de modernização administrativa. Neste sentido, define as seguintes prioridades:

– A afirmação do conceito de “Cidade Aberta”, em particular no plano digital devido à sua abrangência territorial, eficiência nos meios e diversidade de públicos-alvo (cidadãos, famílias, empresas, artistas e comunidade).

– O desenvolvimento de uma estratégia de comunicação nos media (incluindo redes sociais) que reforce o seu posicionamento estratégico enquanto entidade de referência na oferta e fruição cultural.

– Uma evolução do modelo de oferta de bens e serviços, compatível com a missão da FCCB, que contribua para a melhoria da programação cultural a nível nacional (através de uma parceria com a Direção Geral do Património Cultural – DGPC, entidade integrada no Ministério da Cultura, com implantação nacional, por via da Lei e do conjunto de Museus e Monumentos Nacionais que tutela) e a redução de custos de contexto na sua fruição.

No presente ano de 2020, a FCCB pretende prosseguir com o cumprimento dos objetivos com que se comprometeu. Assim, e enquadrado no esforço permanente de refinação e exigência crescente com a qualidade dos serviços prestados, torna-se essencial a contínua adequação e qualificação dos seus recursos humanos e materiais. Reforçar os meios ao dispor da FCCB é, deste modo, considerado vital para a melhoria contínua do serviço público no País, impondo da FCCB um conjunto de upgrades aos processos estratégicos, instrumentos de gestão e procedimentos de relacionamento com a comunidade.

Objetivos

Em sede de candidatura foi definido um conjunto de objetivos representativos do âmbito do projeto, bem como dos resultados que se pretendem atingir:

Público 
Simplificar a utilização de serviços digitais e o acesso a conteúdos do website do CCB contribuindo para:

  • Melhorar a experiência de utilização do website e a satisfação dos utilizadores, tornando-o mais user friendly;
  • Aumentar a eficácia da comunicação da oferta cultural e corporativa;
  • Conquistar e fidelizar novos públicos, através de sinergias entre a atividade corporativa e cultural;
  • Diminuir as assimetrias no consumo de conteúdos e da oferta cultural e reduzir os custos de contexto na sua fruição.

Produção 
Otimizar a produção permitindo:

  • Facilitar a colaboração e comunicação interna entre as equipas, departamentos e entidades da área da cultura;
  • Aumentar a produtividade das equipas e dos recursos à disposição da FCCB (incluindo salas e outros espaços/ infraestruturas);
  • Simplificar o processo de utilização dos espaços para eventos, conferências e espetáculos;
  • Expandir e diversificar o público-alvo da FCCB, através da difusão de conteúdos culturais no âmbito do protocolo de colaboração com a DGPC;
  • Diferenciar a oferta de serviços de organização de eventos corporativos.

Recursos
Adaptar os recursos e as competências digitais contribuindo para:

  • Conhecer e partilhar boas práticas de colaboração e comunicação através de novas plataformas e meios digitais;
  • Desenvolver e consolidar as competências dos recursos humanos em matéria de colaboração digital;
  • Promover a inovação e a melhoria contínua das práticas internas;
  • Garantir a sustentabilidade dos ganhos de eficiência, eficácia e qualidade depois da execução da operação.

Objeto de contratação

A implementação desta operação irá contribuir para um conjunto de objetivos que apresentamos por eixos de atuação:

Público, Produção e Recursos.

    1. Atividade 1. Revisão do modelo de relação com público

      O principal objetivo desta atividade é simplificar a utilização de serviços digitais e o acesso a conteúdos do website do CCB. Para o efeito será, por um lado, modernizada a imagem e estrutura do website da FCCB, de acordo com as regras de usabilidade e acessibilidade de forma aumentar o total de visitantes e a duração média das visitas.Por outro lado, irão ser adotadas medidas de melhoria da gestão da relação com os vários segmentos de público, e também os clientes do Centro de Congressos e Reuniões.

      Assim, esta atividade pretende contribuir para os seguintes objetivos:

      a) Melhorar a experiência de utilização do website e a satisfação dos utilizadores, tornando-o mais user friendly;
      b) Aumentar a eficácia da comunicação da oferta cultural e corporativa;
      c) Conquistar e fidelizar novos públicos, através de sinergias entre a atividade corporativa e cultural;
      d) Diminuir as assimetrias no consumo de conteúdos e da oferta cultural e reduzir os custos de contexto na sua fruição. 

       

      Atividade 2. Adoção de práticas e soluções inovadoras na produção e gestão de eventos Culturais e Comerciais

      A programação cultural de espetáculos, exposições e conferências e a gestão de eventos comerciais fazem parte da atividade principal da FCCB.
      Nesse sentido, a sua otimização deverá contribuir para o seguinte:
      a) Facilitar a colaboração e comunicação interna entre as equipas, departamentos e entidades da área da cultura;
      b) Aumentar a produtividade das equipas e dos recursos à disposição da FCCB (incluido salas e outros espaços/ infra-estruturas);
      c) Simplificar o processo de utilização dos espaços para eventos, conferências e espetáculos;
      d) Expandir e diversificar o público-alvo da FCCB, através da difusão de conteúdos culturais no âmbito do protocolo de colaboração com a DGPC;
      e) Diferenciar a oferta de serviços de organização de eventos corporativos.

      Atividade 3. Adaptação dos recursos e das competências digitais

      A adaptação dos recursos e das competências digitais pretende contribuir para o seguinte:
      a) Conhecer e partilhar boas práticas de colaboração e comunicação através de novas plataformas e meios digitais;
      b) Desenvolver e consolidar as competências dos recursos humanos em matéria de colaboração digital;
      c) Promover a inovação e a melhoria contínua das práticas internas;
      d) Garantir a sustentabilidade dos ganhos de eficiência, eficácia e qualidade depois da execução da operação.

      Atividade 4. Divulgação de resultados da operação

      A inclusão de uma atividade direcionada para a divulgação da operação assenta na sua importância para a continuidade dos efeitos da operação, ie, na manutenção e partilha dos resultados de eficiência e eficácia desenvolvidos.

      Para o efeito, pretende-se dar a conhecer as alterações introduzidas na FCCB, levando os cidadãos, empresas e colaboradores a adotarem as novas metodologias e a abandonarem as anteriores. Assim, a atividade 4 irá contribuir para:

      a) O reforço da notoriedade da FCCB;
      b) A divulgação externa e interna das novas práticas, serviços e oferta cultural à disposição da sociedade.

      Atividade 5. Monitorização e apoio à transformação digital

      Por ultimo, a atividade 5 deve acompanhar a implementação das restantes atividades identificadas de forma a garantir as condições necessárias para o cumprimento de prazos, a qualidade técnica e funcional das soluções e a satisfação das expectativas dos vários stakeholders.
      Adicionalmente, esta atividade irá contribuir para:
      a) Garantir a comunicação de reports internos e externos sobre a execução da operação, de forma a manter as chefias informadas, e incentivar a sua intervenção quando necessário;
      b) Definir e manter atualizado o plano de projeto com os respetivos milestones e atividades;
      c) Assegurar a articulação dos diferentes intervenientes de forma a cumprir de forma cabal as iniciativas candidatadas;
      d) A definição de um plano de mundança e o seu cumprimento;
      e) Garantir uma resposta a pedidos de esclarecimentos de forma atempada, completa e em conformidade com as regras do Programa Operacional.

      A DGPC, instituição que formalizou um protocolo de cooperação com a FCCB no âmbito desta operação, tem a seu cargo a gestão directa de 23 monumentos e museus. Esses equipamentos, que estão distribuídos no território nacional, incluindo nas regiões NUTS II do Norte, Centro e Alentejo, são um factor crítico para a difusão de benefícios da operação nessas regiões.

      Em particular, a operação pretende atrair, expandir e diversificar os potenciais turistas, sobretudo aqueles que procuram oferta cultural contemporânea, de qualidade e relevante, no âmbito dos circuitos turísticos nas regiões mencionadas.

      Este crescimento e diversificação do público-alvo, e em particular a ausência de sazonalidade no turismo cultural, irá contribuir para o aumento da despesa com alojamento, restauração, serviços turísticos, taxas e impostos municipais, entre outras, com efeitos significativos na competitividade e emprego nessas regiões.

      Adicionalmente, importa referir a eliminação dos custos de contexto necessários para fruição de oferta cultural, e a consequente redução de assimetrias entre os residentes da AML e as NUTS II do Centro, Alentejo e Norte.

      Por ultimo, é relevante mencionar a afirmação e integração da oferta cultural das regiões mencionadas, nos circuitos internacionais de produção e co-produção artística promovidos pela FCCB.

Identificação do projeto

 

Definições de Cookies

O CCB pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.