Avançar para o conteúdo principal
A carregar Eventos
Privado: Espaço Fábrica das Artes
Duração aprox. 45min.

Datas / horários

25 a 28 abril, 12 a 28 junho e 10 a 31 julho de 2024 10:00 às 13:00 e 14:30 às 17:30

Instalação

Construída por Luís Santos, esta instalação é uma máquina/jogo de revoluções. Nela poderemos reconhecer metáforas para as estruturas que formam a nossa Sociedade:  como estamos ligados uns aos outros e nos influenciamos e o sobre papel único que cada um de nós tem.

Inspirado pelo mecanismo do relógio, e pela diversidade de propostas de toda a equipa artística, o cenógrafo cria este invento; um engenho-engenhoca que é uma maquineta, que é uma nave, que é um veículo para descobrir e para expressar a Liberdade. No decorrer do processo criativo, contamos com alunos do curso de relojoaria do Centro de Educação e Desenvolvimento de Pina Manique da Casa Pia de Lisboa, como parceiros de trabalho.

A música original de Leonardo Outeiro é parte integrante desta máquina de revoluções, que pode ser visitada e experimentada a sós, em grupo, ou ainda revelada através dos solos que os atores e as atrizes nos propõem ao longo dos meses.

E a Liberdade? Será que podemos medi-la, pesá-la, cheirá-la, escutá-la? Quem sabe, até tocá-la?

 

Este espetáculo está integrado na programação comemorativa dos 50 anos do 25 Abril.

 

-

A entrada para a instalação é feita mediante inscrição para o número (+351) 213 612 899 ou para o e-mail fabricadasartes@ccb.pt.

 

Quanto vale a Liberdade?

Dramaturgias da Revolução

Para celebrar o 50.º aniversário do 25 de Abril de 1974, a Fábrica das Artes convida todas as infâncias a percorrer os caminhos da Liberdade para ficarmos a conhecer melhor a paisagem. O que é, como se parece, quanto vale a Liberdade? Através de uma instalação permanente que pode ser experimentada por todos os públicos na Fábrica das Artes entre abril e julho, e de um conjunto de cinco solos criados por cinco atores e atrizes, lançamos a pergunta ao público para celebrar a democracia e manter viva a pergunta deste encontro: será que lhe sabemos responder?

Idades

M/3

Ficha Técnica

Imagem  ©Luís Santos

Direção artística Guilherme Gomes e Tânia Guerreiro

Cenografia Luís Santos

Música e espaço sonoro Leonardo Outeiro

Performers André Pardal, Bernardo Souto, David dos Santos, Inês Minor, Nádia Yracema

Produção CRETA – laboratório de criação teatral, em coprodução com a Fábrica das Artes

Preços e Descontos

Nota: S/ lugares marcados

Sugerimos-lhe também

Definições de Cookies

O CCB pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.
Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.