Avançar para o conteúdo principal

O que procura?

Aceda ao myCCB

Esqueceu a sua password?

Clique Aqui
A carregar Eventos
Black Box
Duração aprox. 55 min.
Este evento já decorreu

Datas / horários

13 a 15 novembro de 2021 19:00

Dança

A coreógrafa holandesa Cherish Menzo usa a referência das Video Vixens, as modelos femininas dos telediscos de hip hop do final da década de 1990 e início dos anos 2000, como a base de criação para Jezebel. Conhecidas como hip hop honeys ou video girls, as Vixens foram também rotuladas de Jezebel, numa alusão a uma ideia de mulher híper-sexualizada e submissa.

Na era pré-YouTube, quando a MTV ditava as tendências, as Video Vixens desempenhavam um papel central nos vídeos de música. Apesar das letras explícitas, habitualmente escritas por homens, e da sua aparência sedutora e sensual, a Vixen tinha um enorme peso na estética destes vídeos – e na popularidade dos artistas masculinos que estes representavam.

Nos últimos 20 anos, as Video Vixens sofreram e beneficiaram com esta reputação: hoje posicionam-se fora de uma cultura de seguidismo do domínio masculino. A Jezebel recusa agora as definições e afirma-se no universo do hip hop para poder reivindicar a sua própria imagem. Será capaz de desconstruir este estereótipo controverso, associado ao hip hop? Como se redefinirá hoje esta mulher?

No dia 15 de novembro, o espetáculo será seguido de uma conversa com Cherish Menzo e a rapper Chong Kwong, moderada pela jornalista e ativista cultural Carla Fernandes. A conversa decorrerá em inglês.

 

Inserido no Alkantara Festival.
Este espetáculo contém luzes Strobe.