Avançar para o conteúdo principal
A carregar Eventos
MAC/CCB

Datas / horários

Exposição Temporária Piso 0

28 outubro de 2023 a 10 março de 2024

Exposições

«Uma das 10 melhores exposições de 2023»
– jornais Público e Expresso

 

Atravessar uma ponte em chamas, título da exposição temporária de Berlinde De Bruyckere que inaugura o Museu de Arte Contemporânea/CCB, foi retirado de um conto do escritor chileno Roberto Bolaño. Imagem poderosa e sugestiva do risco da passagem de uma margem a outra, é também simbólica da atração pelo outro e do medo do outro, da transformação e da metamorfose, e do trauma que qualquer processo de migração implica.

Berlinde De Bruyckere tem vindo a desenvolver trabalho no campo da escultura, do desenho, da colagem e da instalação em torno das grandes temáticas da arte: a morte, a redenção, o sexo, a dor e a memória. Inspirada na figura intermediária do anjo, esta exposição propõe uma reflexão sobre a relação com o outro, seja como transcendência, como fisicalidade do toque ou como projeção pessoal. Na sequência das salas da exposição, a artista explora estes temas em obras de diferentes momentos do seu trabalho, olhando para a sua potência erótica e a sua ambiguidade.

Ancorada na história da arte — nomeadamente na pintura renascentista —, a obra de Berlinde De Bruyckere liga arquétipos existentes a novas narrativas, redescobrindo temáticas, obsessões ou recorrências do mundo das imagens que povoam a nossa memória coletiva.

Para a concretização desse diálogo entre tempos históricos, o Museu Nacional de Arte Antiga cedeu a pintura de Lucas Cranach Salomé com a cabeça de São João Batista, 1510, que confronta a obra Infinitum II, 2017–2019. Continuando este diálogo, a exposição inclui também um polo no Museu Nacional de Arte Antiga, onde será instalada a obra Liggende — Arcangelo I, 2023, apresentada na sala dedicada a Francisco de Zurbarán (1598–1664), pintor barroco espanhol cuja obra é referência recorrente para a artista. A escultura, representando um anjo caído (portanto, uma entidade que passou da transcendência à imanência), sendo apresentada no contexto do diálogo com o misticismo da pintura de Zurbarán (presente nos retratos que se tentam libertar da mundanidade terrena), realiza, mais uma vez, o mesmo circuito ambíguo e de vaivém que a exposição propõe. A obra possui, ainda, um outro aspeto importante: as suas dimensões reproduzem as do túmulo de Vasco da Gama no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

Cada sala da exposição convoca diferentes imagéticas, embora em todas — à exceção da última sala — a questão da dualidade de género e a ponte entre imagens do masculino, do feminino ou do indiferenciado seja permanentemente atravessada. Na primeira sala, os Arcangelos (imagens do intermediário) encontram-se justapostos às colagens e obras de parede da série It almost seemed a lily que explora a temática do desejo e da sublimação; na segunda sala, a escultura Palindroom, 2019, de aparência fálica mas natureza feminina, enfrenta um conjunto de esculturas de parede feitas de couro e cera denominadas Met Tere Huid, 2014, poderosas evocações de formas vulvares; e, na terceira sala, esculturas verticais com aparência de escudos intituladas Penthesilea (a rainha amazona morta por Aquiles), ostentam moldes de cera de peles de animais que, abertas e drapeadas, como que remetendo para a pintura de Piero della Francesca, Madonna del parto, 1460, mais uma vez transformam o frágil sexo feminino numa imagem de poder.

Todas as situações convocadas são, portanto, dúplices e contraditórias, permanentemente atravessando os territórios do género e da sua imagética. O caso da obra Palindroom é particularmente significativo: um palíndromo é uma palavra, ou um texto, que pode ser lido na sua ordem normal, bem como do fim para o princípio. A escultura assim denominada mimetiza um modelo utilizado para a reprodução de cavalos. Embora a sua configuração evoque um pénis, a sua função é precisamente a contrária, a de ser penetrado. De uma forma complexa, trata-se de um palíndromo entre o interior e o exterior, um objeto quase hermafrodita na simbologia que convoca.

A última sala da exposição apresenta a instalação ALETHEIA (on-vergeten), 2019, palavra grega que significa desvelamento, ou o que não está oculto. O espectador pode deambular entre os depósitos de peles de animais moldadas em cera e acumuladas em paletes, alegoria das inúmeras camadas de sentidos e possíveis interpretações que reverberam nas várias situações que a exposição propõe.

Por ocasião desta exposição, serão também apresentadas duas performances do bailarino e ator português Romeu Runa, que há longos anos colabora com Berlinde De Bruyckere. As performances Romeu ‘my deer’ e Sybille relacionam-se diretamente com o trabalho da artista e são o resultado da estreita colaboração entre ambos.


  • Visitas guiadas à exposição Atravessar uma ponte em chamas, de Berlinde De Bruyckere
    9 de março, 16:00 | Participação gratuita mediante aquisição do bilhete de entrada no museu

Programação paralela

  • Performance Romeu, ‘my deer’ por Romeu Runa | 10 e 11 novembro 2023, 18:00
    O bailarino português Romeu Runa, profundamente impactado pelo mito de Ovídio do caçador que é transformado num cervo pela vingativa deusa Diana e posteriormente despedaçado pelos seus próprios cães, realiza uma performance com as hastes de cera que a artista Berlinde De Bruyckere lhe forneceu.
  • Performance Sybille por Romeu Runa |  2 e 3 fevereiro 2024, 18:00
    Em colaboração com a artista Berlinde De Bruyckere, e inspirando-se nas suas obras, o bailarino português Romeu Runa apresenta a performance Sybille.
  • Ciclo de Cinema «Pasolini e De Bruyckere»
    A Festa do Cinema Italiano e a Risi Film associam-se ao MAC/CCB na organização de um ciclo de cinema no âmbito da exposição Atravessar uma ponte em chamas, de Berlinde De Bruyckere.

 

Folha de Sala

Descarregue [PDF] .pdf 2066.5 kb

Marcações

Visitas orientadas e atividades para escolas e famílias

☎️ Marcações e informações pelo 213 612 800 (chamada telefónica para a rede fixa nacional), de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30.
💻 Marcações por e-mail: servico.educativo.museu@ccb.pt

Inscrições até às 13:00 da sexta-feira anterior às atividades.

 

Horário de funcionamento

De terça a domingo | 10:00 às 19:00 (última entrada às 18:30)
Encerra à segunda-feira
Entrada gratuita todos os domingos até às 14h00, para residentes em Portugal*

biheteiraccb@ccb.pt
21 3 612 627 (chamada para a rede fixa nacional)

Acessibilidade

Entrada pela bilheteira do CCB. Cadeira de rodas disponível.
Instalações sanitárias adaptadas para pessoas com mobilidade condicionada

Ficha Técnica

Berlinde De Bruyckere, Arcangelo II, 2022–2023

Cortesia da artista e da / Courtesy of the artist and

Hauser & Wirth

Foto / Photo: Stefan Altenburger

Preços e Descontos

Descontos

Desconto 50%
Visitantes de 7–18 anos
Estudantes
Visitantes com mais de 65 anos
Visitantes com mobilidade reduzida

 

Outros descontos
20 % — Lisboa Card

 

Entrada gratuita

  • Crianças até aos 6 anos
  • Todos os domingos até às 14h00, para residentes em Portugal
  • Acompanhantes de pessoas com mobilidade reduzida
  • Cartão CCB
  • Desempregados
  • Membros ICOM
  • Antigo combatente
  • Viúva ou viúvo de antigo combatente

 

* Residentes em Portugal
Mediante apresentação do Cartão de Cidadão da República Portuguesa.
Caso não seja portador de Cartão de Cidadão da República Portuguesa, deverá apresentar um documento de identificação e um certificado de residência, sendo válidos os seguintes documentos:
– certificado de registo para Cidadão da UE/EEE/Suíça
– certificado de residência permanente para cidadão da UE/EEE/Suíça
– título de residência para cidadãos de países terceiros

Sugerimos-lhe também

Definições de Cookies

O CCB pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.
Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.
Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.