Música de Câmara

Diogo Simões

Quintas às 7

CCB

Descrita pelo próprio Ludwig van Beethoven como «uma série de impressões e devaneios», a Sonata para piano n.º 28, op. 101, foi composta já no período final de produção do compositor; o seu caráter intimista certamente está relacionado com a surdez de Beethoven, que nesta altura era quase total, o que o levou a isolar-se da sociedade. Esta sonata é uma das obras que será interpretada por Diogo Simões, pianista que recebeu o 2.º Prémio de piano, nível superior, do Prémio Jovens Músicos em 2016, o 1.º Prémio do Concurso Florinda Santos e foi finalista do concurso Prémio Franz Liszt do Coimbra World Piano Meeting em 2017. Neste recital, o pianista ainda interpretará Le Tombeau de Couperin, de Maurice Ravel, e Andante Spianato et Grande Polonaise Brillante, op. 22, de Chopin.

L.V. Beethoven Sonata No. 28, Op. 101 em Lá Maior
M. Ravel Le Tombeau de Couperin
F. Chopin Andante Spianato et Grande Polonaise brillante, Op. 22

Diogo Simões piano




Coprodução | CCB | Antena 2

21 Dezembro 2017 | 19:00

Sala Luís de Freitas Branco
M/6
1h s/intervalo
Enviar a um Amigo