Este evento já decorreu.

Orquestra Sinfónica Metropolitana

CCB

A Metropolitana festeja o 25.º aniversário em grande estilo, com Liszt, uma das figuras mais fascinantes do século XIX europeu. A sua biografia é de tal modo extraordinária que é difícil imaginar que alguém tenha vivido tão intensamente. Em criança, passou por Viena, conheceu Beethoven e estudou com Czerny e Salieri. Foi depois para Paris, e tornou-se amigo de Chopin e Victor Hugo. Envolveu-se em relações amorosas impulsivas e protagonizou aparatosas digressões pela Europa enquanto pianista, entre 1838 e 1847. Curiosamente, não tocava então os seus concertos, que vinham sendo trabalhados desde 1830. Com Berlioz enquanto maestro, estreou o primeiro em 1855, numa altura em que já havia renunciado ao estrelato. Entregara-se à carreira de compositor em Weimar, o centro da Nova Escola Alemã que o juntava ao próprio Berlioz e a Wagner, os nomes que o acompanham neste programa. Ao lado do maestro inglês Adrian Leaper, o pianista Artur Pizarro traz consigo um instrumento de época, o seu Broadwood de 1884 – motivação acrescida para assistir a um concerto que promete celebrar, e ser celebrado.


R. Wagner Idílio de Siegfried
F. Liszt Concerto para Piano e Orquestra N.º 1, S. 124
H. Berlioz Abertura da ópera Béatrice et Bénédict, H. 138
F. Liszt Concerto para Piano e Orquestra N.º 2, S. 125


Artur Pizarro piano
Adrian Leaper direção musical




Produção | Orquestra Metropolitana de Lisboa

Apoio

9 junho 2017 | 21:00

M/6
Enviar a um Amigo