Este evento já decorreu.

Orquestra Metropolitana de Lisboa

Ao Entardecer: Schubert, Schostakovich


A 14.ª Sinfonia é uma profunda reflexão sobre a morte. Aos 62 anos de idade, quando enfrentava problemas de saúde que o mantinham isolado num hospital de Moscovo, Schostakovich entregou-se à composição deste ciclo de canções que aborda ostensivamente o assunto, sobre poemas de Lorca, Apollinaire, Küchelbecker e Rilke. Schostakovich não entendia a morte como um momento de passagem que lhe inspirasse ilusão. Sem lhe disfarçar o horror, a beleza que evocava era, afinal, a plenitude da vida.
À frente da OML, com dois cantores também russos, estará o maestro Ian Mikirtumov, que na primeira parte do programa nos traz a sinfonia mais popular de Schubert. Só com dois andamentos, a Incompleta ilustra a permanente insatisfação e o perfecionismo do compositor austríaco, já que foi escrita seis anos antes de morrer e nunca foi terminada. Podemos lamentar que assim tenha acontecido mas, se de perfeição se trata, bastam estas páginas para satisfazer o melómano mais exigente.

F. Schubert Sinfonia N.º 8, D. 759, Incompleta
D. Schostakovich Sinfonia N.º 14, Op. 135

Larissa Savchenko mezzo-soprano,
Sergei Leiferkus baixo-barítono

Yan Mikirtumov direção musical

Coprodução | CCB | Metropolitana

Apoio

21 maio 2017 | 17:00

M/6
Enviar a um Amigo