Temporada Sinfónica

Orquestra Sinfónica de Milão Giuseppe Verdi

Temporada Darcos

Orquestra Sinfónica de Milão Giuseppe Verdi © StudioHanninen

Orquestra Sinfónica de Milão Giuseppe Verdi © StudioHanninen

Uma das mais consagradas orquestras Italianas da atualidade, a Orquestra Sinfónica de Milão Giuseppe Verdi, ou como os italianos carinhosamente lhe chamam, La Verdi, tornou-se mundialmente conhecida pelas suas interpretações e gravações com o maestro Riccardo Chailly. Esta orquestra volta assim a Portugal, agora inserida na Temporada Darcos, dirigida pelo compositor e maestro Nuno Côrte-Real, que fará estrear neste concerto a sua Sinfonia Noa Noa. Para além desta estreia, vamos também poder contar com obras fundamentais do repertório nacionalista europeu, como é o caso de Peer Gynt, do norueguês Edvarg Grieg, e a derradeira sinfonia do mestre checo Antonín Dvořák, composta quando este se encontrava nos Estados Unidos da América.

Nuno Côrte-Real direção musical

Programa

E. Grieg
Suíte n.º 1, op. 46 de Peer Gynt 
I. De Manhã 
II. A morte de Åse 
III. Dança de Anitra 
IV. No Palácio do Rei das Montanhas


N. Côrte-Real Sinfonia Noa Noa ESTREIA ABSOLUTA

A. Dvořák Sinfonia n.º 9 em Mi menor, Do Novo Mundo, op. 95
I. Adagio - Allegro molto 
II. Largo 
III. Scherzo - Molto Vivace 
IV. Allegro con fuoco


Produção | CCB

 


30 setembro 2018 | 17:00

M/6
Enviar a um Amigo