Eurodance

Box Nova

CCB

Eurodance representa uma implosão linguística (a dança a embater com os sistemas codificados do “musical”, do “show de variedades”, do “programa de televisão”, da “pista de dança”, da “rave party”). Pretende-se a construção de um “espetáculo-catástrofe”, que seja concerto e desconcerto, e que se aproxime de um imaginário estético-ético que já é retro, logo, passível de ser trabalhado criticamente de uma forma distanciada. Eurodance será assim um impasse beckettiano, mas em festa dionisíaca. O eurodance, enquanto género musical que é também uma dança (a sua estética está impregnada de uma só ética, que é a das pistas de dança das discotecas, das pistas de carrinhos de choque das feiras populares, mas também a dos videoclipes do canal Viva, a das summer parties de Ibiza e de Benidorm, e a das raves obscuras das garagens de Berlim), será o motor de arranque deste espetáculo e, concomitantemente, a sua certidão de óbito, a sua post-mortem-after-party, a sua perpetuação do Fim.

 

Rogério Nuno Costa direção, coreografia e texto
Dinis Machado, Flávio Leihan, Luiz Antunes, Mariana Tengner Barros, Sérgio Diogo Matias, Susana Otero interpretação
Joclécio Azevedo assistente de direção
Diogo Mendes desenho de luz
Jordan Santos figurinos
Cristiana Fonseca assistência de figurinos
António MV vídeo e trailer
Diogo Mendes grafismo e artwork
Jonny Kadaver feat. Too Limited™ [Mariana Tengner Barros & Rogério Nuno Costa] remix e cover
Inês Nogueira produção executiva
Xana Novais fotografia de cena

Apoios Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, Teatro Municipal do Porto – Rivoli, Sonoscopia, ESMAE, TeCA
Estreia (2014): Centro Cultural Milheirós de Poiares, Santa Maria da Feira Acolhimentos (2015/16): mala voadora | Porto, Armazém 22 | Vila Nova de Gaia, Teatro Sá da Bandeira | Santarém

Produção | CCB

Lorem ipsum

6 outubro 2017 | 21:00
7 outubro 2017 | 19:00

Sala de Ensaio
M/6
Enviar a um Amigo