Conferência CIÊNCIA E MÚSICA

“Einstein’s Universe” Conferência ilustrada com música

Professor Brian Foster / Violinista Jack Liebeck

Professor Brian Foster / Violinista Jack Liebeck

Pelo Professor Brian Foster (em inglês), com a participação do violinista Jack Liebeck

Um dos mais reconhecidos físicos de partículas da atualidade, Brian Foster - Professor de Física Experimental na Universidade de Oxford, Professor na Universidade de Hamburgo, cientista no DESY e membro da Royal Society – apresenta a conferência “Einstein’s Universe” (O Universo de Einstein) que explora o trabalho científico de Einstein na teoria do comportamento de átomos e partículas subatómicas conhecido como "mecânica quântica". O formato da palestra liga o instrumento favorito de Einstein, o violino, a alguns dos conceitos da física moderna que ele tanto fez para fundar. Começa com uma introdução à vida de Einstein, a sua relação com a música e como as suas ideias moldaram os nossos conceitos de espaço, tempo e evolução do Universo. Estes momentos serão acompanhados por música de Bach - Sonatas e Partitas para violino, que eram algumas das peças favoritas de Einstein, na interpretação do grande violinista britânico Jack Liebeck. A palestra é pontuada por outros interlúdios musicais relacionados com Einstein.

Einstein foi um dos fundadores da física quântica e o Professor Brian Foster discutirá a descoberta da radioatividade e como isso levou, através do desenvolvimento de aceleradores de partículas, à fundação da mecânica quântica. A palestra examina como esse processo conduziu ao desenvolvimento da bomba atómica e à participação de Einstein. Aquando da sua morte, Einstein estava desiludido com a mecânica quântica mas outras aplicações e experiências levaram a que esta se tornasse a base da nossa compreensão moderna do Universo. Brian Foster demonstrará como algumas das nossas ideias modernas se baseiam nas estruturas de Einstein e definem o chamado "Modelo Padrão" da física de partículas, no qual a evolução do Universo após o Big Bang pode ser entendida pela interação de um pequeno número de forças fundamentais em algumas partículas "elementares" pontuais, os quarks e léptons e os seus equivalentes de antimatéria.
Na segunda parte da palestra, Brian Foster discute a nova geração de "aceleradores de partículas", nomeadamente o Grande Colisor de Hádrons (LHC) no CERN, em Genebra, uma maravilha tecnológica com 28 km de circunferência. A história da sua construção e das experiências que observam as partículas colidindo é um testemunho extraordinário do engenho humano. Quase toda a tecnologia e a análise física são baseadas diretamente no trabalho de Einstein. Brian Foster dará as últimas notícias sobre o acelerador e discutirá que tipo de nova física se poderá encontrar. A palestra termina com um dueto de violinos de Mozart, no qual Jack Liebeck e Brian Foster unem forças, homenageando o amor de longa data de Einstein pela música de câmara.



Coprodução | CCB | DSCH - Associação Cultural

 


29 julho 2019 | 16:00 
Sala Luís de Freitas Branco
M/6
Duração aprox. 70 min
Enviar a um Amigo