Livro CCB Vinte e Cinco Anos.
Concurso_Edifício_Paisagem_Design_Acervo

CCB


O Centro Cultural de Belém (CCB) constitui a primeira grande «obra do regime» democrático português, construída pelo erário público, sujeita a um escrutínio mediático, e destinada a um usufruto livre e plural da Cultura. A sua história está irremediavelmente ligada à história da Democracia em Portugal, sendo um «espelho» eloquente do modo como as políticas culturais públicas se foram expressando institucionalmente ao longo das últimas décadas.

A presente edição celebra o 25.º aniversário da abertura pública do CCB (1993-2018), mas constitui também um pretexto para indagar o que esteve na génese deste emblemático conjunto. O livro revisita o debate aberto pelo concurso para o projeto do edifício, as vicissitudes da construção da proposta vencedora – dos arquitetos Vittorio Gregotti e Manuel Salgado –, e o seu complemento pela arquitetura paisagista de Francisco Caldeira Cabral, pelo design de interiores assinado por Daciano da Costa, mas também pelo acervo de obras de arte, reunido ou adquirido com vista a preencher os seus diferentes espaços. Destacam-se ainda os contributos de dois criadores convidados para a edição: a ilustradora Ana Aragão, que desenvolve uma série de gravuras irónicas sobre o simbolismo arquitetónico e urbano deste conjunto; e o fotógrafo Daniel Malhão, que publica o seu portfólio de imagens do CCB. O livro inclui, por fim, entrevistas inéditas a Francisco Caldeira Cabral, Manuel Salgado e Vittorio Gregotti. Partindo dessas diferentes perspetivas autorais e disciplinares, esta edição procura desfazer alguns «mitos» criados em torno da conceção, construção e fruição do Centro Cultural de Belém.

Coordenação científica Nuno Grande
Autores dos textos e entrevistas António Campos Rosado, João Gomes da Silva, João Paulo Martins, Nuno Grande, Roberto Cremascoli
Autores entrevistados Francisco Caldeira Cabral, Manuel Salgado, Vittorio Gregotti
Contributos Ana Aragão (ilustração), Daniel Malhão (fotografia)

 

Pode comprar aqui