Centro Cultural de Belém recebe Menção Honrosa no Prémio EDP

CCB


No âmbito da 10ª edição do Prémio EDP, o CCB – Centro Cultural de Belém, edifício público classificado, inaugurado em 1993, recebeu uma Menção Honrosa, na categoria de Serviços e Outras Atividades.
O Prémio EDP de 2017, simbolizado numa gravura do artista plástico Pedro Calapez, tem por objetivo distinguir e notabilizar iniciativas no âmbito de eficiência da energia elétrica e da qualidade ambiental.
A implementação de várias medidas de melhoria energética, que permitem otimizar a eficiência da energia elétrica do edifício, diminuindo o consumo energético, sem comprometer o conforto proporcionado aos visitantes do Centro Cultural de Belém, foram as razões apontadas para a atribuição desta Menção Honrosa.
Um conjunto de investimentos na área de produção e distribuição de frio/quente, com a instalação de novos chillers e novas bombas de elevada eficiência energética, assim como a substituição de 1.500 luminárias de tecnologia de halogéneo por equipamentos de tecnologia LED, permitiram uma significativa redução dos consumos energéticos.
A rigorosa política de investimentos, em conjugação com um bom desempenho da Gestão Técnica Centralizada, permitiram diminuir o consumo de 5.050.822 kWh (no ano 2014) para 4.371.446 kWh (ano 2016) -  economia superior a 13%.
Tendo o CCB como objetivo principal a promoção da cultura, torna-se essencial que as suas instalações possam continuar a acompanhar a qualidade da oferta cultural, com a qualidade e conforto dos seus milhares de visitantes, numa gestão equilibrada dos recursos. Um prémio desta natureza é um passo gratificante no caminho nunca finalizado, da poupança e eficiência energética.

Constituição do Júri do Prémio EDP:
        •     Prof. Dr. Eduardo Oliveira Fernandes (Presidente do Júri);
•     Prof. Dr. Aníbal Traça de Almeida (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra);
•     Eng. João Paulo Calau (ADENE – Agência para a Energia);
•     Prof. Dr. Luís Marcelino Ferreira (IST – Instituto Superior Técnico);
•     Prof. Dr. João Peças Lopes (FEUP e INESC TEC);
•     Eng. Pedro Geraldes Martins Verdelho (ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Elétricos);
•     Eng. António Vidigal (EDP).


Mais informações em http://premioedpd.pt/