Este evento já decorreu.

Dias da Música em Belém: Festival Jovem

A1 - Sonho de Uma Noite de Verão | Orquestra do Festival

CCB

Orquestra do Festival

Cesário Costa © Ricardo Meireles

Patrícia Quinta

Ana Maria Pinto

Pedro Penim ©Vitorino Coragem

Filipa Palhares

Coro do Instituto Gregoriano de Lisboa

Orquestra do Festival
Cesário Costa direção musical
Coro do Instituto Gregoriano de Lisboa
Filipa Palhares maestrina do coro
Ana Maria Pinto soprano
Patrícia Quinta meio-soprano
Pedro Penim narrador
Maria João da Rocha Afonso e Diana Afonso tradução

Felix Mendelssohn-Bartholdy (1809-1847) Sonho de uma Noite de Verão, op. 61

Personalidade multifacetada, Felix Mendelssohn-Bartholdy (1809-1847) revelou, desde muito cedo, grandes qualidades musicais, destacando-se como intérprete (em violino, violeta, piano e órgão), como compositor, improvisador e maestro, apresentando-se, em Berlim, nos concertos organizados pela família em sua casa. Paralelamente, estudou estética com Hegel, na Universidade de Berlim, estudou pintura e manteve uma relação próxima com Goethe.
A abertura do Sonho de uma Noite de Verão, inspirada na peça homónima de Shakespeare, na tradução de Schlegel e Tieck, foi escrita em 1826, tinha Mendelssohn 17 anos, a idade de muitos dos jovens músicos que formam a Orquestra do Festival. Dezasseis anos mais tarde, em 1842, a convite de Frederico Guilherme VI, Rei da Prússia, escreveu a música de cena para a mesma peça, incluindo a abertura anteriormente escrita, reutilizando o mesmo material temático, acrescentando fragmentos corais e orquestrais para acompanhar e sublinhar a ação cénica do drama. - CESÁRIO COSTA



A Orquestra do Festival é constituída por alunos selecionados de 3 orquestras sinfónicas juvenis: a OJ.COM, a Orquestra Sinfónica Ensemble e a Orquestra Sinfónica APROARTE.
A OJ.COM-Orquestra dos Jovens dos Conservatórios Oficiais de Música foi criada em 2001/2002, pelas escolas públicas artísticas de música, no âmbito de estágios de Orquestra realizados, anualmente e rotativamente, nessas escolas para os alunos do ensino artístico especializado.
Em 2014, a Ensemble-Associação Portuguesa de Instituições de Ensino de Música criou a Orquestra Sinfónica Ensemble destinada a alunos das escolas artísticas de música do ensino particular e cooperativo, que participam igualmente em estágios anuais em vários locais.
A Orquestra Sinfónica APROARTE surgiu em 1999, na sequência da criação da Associação Nacional do Ensino Profissional de Música e Artes – APROARTE – que congrega as escolas profissionais de música, integrando assim alunos dos cursos profissionais nelas lecionados.
As 3 orquestras têm-se vindo a apresentar em diversas salas de concertos, para além de terem estado presentes nas últimas edições do Projetar o Futuro com Arte no festival Dias da Música em Belém.
A participação na Orquestra do Festival reconhece o investimento individual e coletivo destes alunos bem como a sua qualidade, permitindo a partilha de vivências relevantes para a formação destes jovens músicos, com idades compreendidas entre os 13 e os 21 anos.

A Orquestra do Festival vai também apresentar-se no Coliseu do Porto e no Convento São Francisco (Coimbra), nos dias 18 e 23 de abril, respetivamente.
No Coliseu do Porto atuará com o Coro dos Meninos Cantores do Município Trofa sob direção da maestrina Antónia Maria Serra, com o Coro Lira e com o Coro da Academia de Música de Espinho, sob a direção da maestrina Raquel Couto, e no Convento de São Francisco atuará com o Coro Juvenil da Escola Artística do Conservatório de Música de Coimbra, sob direção da maestrina Susana Milena.

Produção | CCB







25 abril 2019 | 18:00
M/6
Duração estimada 60 min
Enviar a um Amigo