Este evento já decorreu.

Concertos no recinto

Palco Poente / Palco Nascente

27 e 28 abril 2019

SHAKESPEARE NA POP Maria João OGRE

SHAKESPEARE NA POP Maria João OGRE

Shakespeare De Bolso

Entre Flores E Batalhas ©Simão Madeira

Alceu Bett - Romeu e Julieta

Nos Palcos Nascente e Poente, nos intervalos dos concertos principais, decorrem concertos informais de entrada livre.  (É necessário bilhete recinto)

No Centro de Congressos e Reuniões do CCB encontra o Palco Nascente no Piso 1 (Receção Principal do CCB) e o Palco Poente no Piso 2 (foyer do Grande Auditório).

PROGRAMAÇÃO NO PALCO POENTE (FOYER DO GRANDE AUDITÓRIO)

27 abril | 16:15
SHAKESPEARE NA POP

Maria João | OGRE
Maria João voz
João Farinha composição, pianos elétricos, sintetizadores
André Nascimento laptop, eletrónica


Elton John (1947) King must die
John Lennon (1940-1980)/Paul McCartney (1942) I am the Walrus (The Beatles)
Taylor Swift (1989) Love Story
Sting (1951) Sister Moon
Tom Waits (1949) Romeo is Bleeding
Guinga (1950) Canção do Lobisomem

As peças e sonetos de William Shakespeare têm sido uma fonte de inspiração para outras formas de arte há centenas de anos, e a música pop não é exceção, talvez até não seja surpresa, já que a música é tão marcada no próprio trabalho do dramaturgo.
Diferentes peças parecem apelar para diferentes géneros musicais em que os góticos são atraídos por Hamlet vestido de preto e condenados por Ophelia, os «metaleiros» por Macbeth, e os cantores pop em todos os lugares se comparam aos adolescentes originais de Romeu e Julieta.
Sejam citações diretas, temas, personagens ou o próprio Bardo, artistas como Elvis Costello, The Beatles, Supergrass, Dire Straits, The Smiths, Elton John, e outros, citam Shakespeare nas suas criações.
Neste miniconcerto, Maria João | OGRE fazem uma revisitação a esse universo da música pop com uma abordagem personalizada dos temas, através de sonoridades muito particulares e da sua leitura criativa.

27 abril | 18:15
PALAVRA DE SHAKESPEARE! (OU SHAKESPEARE DE BOLSO)
Palavras de Bolso – Ana Isabel Gonçalves e Paula Pina

Ana Isabel Gonçalves e Paula Pina conceção, cenografia, sonoplastia e interpretação
Destinatários Famílias
Duração 20 a 30 minutos

Palavra de caveira! – Uma entrevista com Yorick, a caveira.
Sim, desta vez o falecido bobo da corte, na tragédia Hamlet, perdeu mesmo a cabeça: quer ser cabeça de cartaz nos Dias da Música! Yorick é um verdadeiro crânio, atira-se de cabeça e discorre sobre algumas questões-chave da vida (e da morte). Uma entrevista idiomática, filosófica e musical, sem pés, mas com cabeça, que vai pôr o público de cabeça a andar à roda. «Alas, pobre Yorick!»


PROGRAMAÇÃO NO PALCO NASCENTE (RECEÇÃO)

27 abril | 17:00
ENTRE FLORES E BATALHAS

Carlos Alves, Luciana Zule, Maria Llanderas, Luís Filipe Valente criação
Caroline Bergeron assessoria artística

Todo o campo de batalha é um espaço a ser cruzado. Avançar e recuar faz parte da travessia.
As peças de Shakespeare estão cheias de embates e duelos, como o nosso dia-a-dia.
Propomos um percurso performático movido pela defesa e o ataque, pelo choque de ideias, palavras e corpos.
Aí está a beleza do movimento de se viver Entre Flores e Batalhas, principalmente se podemos, através da palavra, numa situação mais segura, simular as lutas físicas que ceifam a vida, trocando a espada pelo gozo da arte.


27 abril | 19:15
COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO
Participação especial

A Companhia Nacional de Bailado participa pela primeira vez no festival Dias da Música em Belém com dois momentos que evocam dois grandes compositores do século XX, Sergei Prokofiev e Leonard Bernstein. O pas-de-deux da varanda do bailado Romeu e Julieta, de Prokofiev, é uma das cenas mais emblemáticas desta obra e que será revisitada este sábado, dia 27 de abril, por Carlos Pinillos e Filipa de Castro, primeiros bailarinos da CNB.



 

PROGRAMAÇÃO NO PALCO POENTE (FOYER DO GRANDE AUDITÓRIO)

28 abril 2019 | 16:15
PALAVRA DE SHAKESPEARE! (OU SHAKESPEARE DE BOLSO)
Palavras de Bolso – Ana Isabel Gonçalves e Paula Pina

Ana Isabel Gonçalves e Paula Pina conceção, cenografia, sonoplastia e interpretação
Destinatários Famílias
Duração 20 a 30 minutos

«O belo é horrível e o horrível, belo»
Uma bruxa, duas bruxas…mas falta a terceira bruxa! Não conseguimos acertar na receita mágica: olhos de lagartixa, dedos de rã, língua de cão, perna de lagarto, ferrão de escorpião, asa de coruja, escama de dragão, raiz de cicuta, vísceras de tigre, pelo de morcego, dente de lobo… Precisamos de uma bruxa voluntária para ajudar a mexer a poção que borbulha no caldeirão, antes da chegada de Hecate. «Dúvida, dúvida, trabalho e inquietação / O fogo queima e borbulha o caldeirão / Dúvida, dúvida, trabalho e inquietação / Algo maligno vem por aí!»

28 abril | 18:15
SHAKESPEARE NO JAZZ

Maria João | OGRE
Maria João voz
João Farinha composição, pianos elétricos, sintetizadores
André Nascimento laptop, eletrónica


Leonard Bernstein (1918-1990) Tonight (West Side Story)
Leonard Bernstein (1918-1990) Maria (West Side Story)
Leonard Bernstein (1918-1990) I Feel Pretty (West Side Story)
Cole Porter (1891-1964) Everytime We Say Goodbye
Cole Porter (1891-1964) Too Darn Hot (Kiss Me Kate)

Maria João | OGRE celebram a beleza e o poder da poesia de William Shakespeare com arranjos de canções eternizadas pelos musicais West Side Story e Kiss me Kate.
Criadas por reconhecidos compositores que fizeram incursões no teatro musical, estas obras não teriam soado aos nossos ouvidos da mesma forma como são reconhecidas hoje. Sem MariaTonight ou America, o West Side Story de Leonard Bernstein seria profundamente diferente, da mesma forma que Kiss Me Kate sem Brush Up Your ShakespeareAlways True To You In My FashionToo Darn Hot, So in Love, escritas por Cole Porter, teria um resultado final certamente diferente.
Através de uma abordagem de fusão do jazz, música eletrónica e samples, estas melodias reinterpretadas pela mão de João Farinha nos pianos elétricos e sintetizadores e André Nascimento no laptop e gadgets, através de arranjos modernos onde sobressai a voz de Maria João.

PROGRAMAÇÃO NO PALCO NASCENTE (RECEÇÃO)

28 abril | 17:15
COMPANHIA NACIONAL DE BAILADO
Participação especial

A Companhia Nacional de Bailado participa pela primeira vez no festival Dias da Música em Belém com dois momentos que evocam dois grandes compositores do século XX, Sergei Prokofiev e Leonard Bernstein. Miguel Ramalho, bailarino da Companhia, recria no domingo, 28 de abril, uma cena de West Side Story, de Bernstein, a partir da coreografia de Jerôme Robins.


27 e 28 abril 2019

No CCB
M/6
Enviar a um Amigo