Segurança

Segurança
Segurança



A estrutura de segurança da Fundação Centro Cultural de Belém é constituída por uma vertente interna, de gestão, coordenação e planeamento e por uma vertente de serviços subcontratados a empresas da especialidade.

A multiplicidade e diversidade de eventos que têm lugar no CCB obrigam à existência de dispositivos de segurança diversificados e flexíveis, e com elevada capacidade de resposta.

Estes dispositivos baseiam-se na permanente vigilância pessoal, utilizando também as mais modernas tecnologias de deteção de presença, incêndio e de metais, incluindo circuito fechado de televisão, detetores de raios X e controlo de acessos, de forma a usufruir de um sistema coerente, capaz de responder eficaz e eficientemente às mais vulgares ocorrências com que hoje a generalidade das organizações se podem ver confrontadas.

Por curiosidade podemos referir a existência de cerca de 800 detetores de presença, 240 câmaras de circuito fechado de televisão e de 1600 detetores de incêndio.