Os Dias da Música deste ano inspiram-se no mundo perturbante e fantástico das pinturas de Hieronymus Bosch. Partem da observação das obras do mestre flamengo e ramificam num sem número de relações, que vão desde o universo de Dante até ao mito de Fausto. Uma pluralidade de leituras, que serão materializadas num Festival que se apresenta em forma de Tríptico, fórmula tão querida a Bosch.  

Consulte aqui o Desdobrável e Livro